A desertificação no Alto Sertão de Sergipe/Brasil: abordagem na perspectiva das vulnerabilidades socioambientais

  • Alberlene Ribeiro de Oliveira
  • Josefa Eliane Santana de Siqueira Pinto
  • Francisco de Assis Mendonça

Resumen

A desertificação é um dos cenários de degradação que repercute em todo sistema socioambiental. Tem origem na dinâmica natural e nas ações antropogênicas, visto que a natureza passa a ser explorada de forma exacerbada pela racionalidade econômica, dilapidando mais do que preservando, o que intensifica a crise ambiental. As áreas vulneráveis a desertificação são as que apresentam maior fragilidade climática (distribuição pluvial de forma irregular, ocorrência de precipitações torrenciais e/ou períodos muito secos); solos rasos propensos à erosão, mudanças de organização e de produção espacial (enfraquecimento econômico e emigrações) pelas atividades humanas. Nesse sentido, o objetivo de se desenvolver esta pesquisa é compreender os processos de vulnerabilidades a desertificação no Alto Sertão de Sergipe, tendo por base uma bibliografia pertinente ao tema e levantamentos de campo na área de estudo. No Alto Sertão Sergipano a desertificação é dinâmica e se desenvolve sobre um ecogeossistema frágil, cuja vulnerabilidade é aqui analisada sob o enfoque geográfico.
Compartir
Cómo citar
Ribeiro de Oliveira, A., Santana de Siqueira Pinto, J., & Mendonça, F. (2016). A desertificação no Alto Sertão de Sergipe/Brasil: abordagem na perspectiva das vulnerabilidades socioambientais. Investigaciones Geográficas, (52), pp. 139-149. doi:10.5354/0719-5370.2016.43294
Sección
Artículos
Publicado
2016-12-30